• Avenida Columbano Bordalo Pinheiro, 98-A - 1070-066, Lisboa
  • Seg a Sex 8:30h - 19:30h / Sáb 9:00h - 13:00h / Dom ENCERRADO

Farmácia de Referência

em Portugal

Profissionalismo

Equipa Especializada

Satisfação dos Clientes

Adaptação às Necessidades
217 260 934 / 217 261 440

Queda de cabelo: Porquê? E o que fazer?

Queda De Cabelo: Porquê? E O Que Fazer?

Porque razão nos cai o cabelo? Em que medida começa a ser um problema? Que cuidados devo ter para prevenir a queda de cabelo? Mas, com tanta diversidade, que produtos são os mais adequados? Algumas perguntas que gostaria de saber a resposta…

Não entre em pânico, perder algum cabelo é perfeitamente normal.

Desde já, sabe-se que em média, todos os dias perdemos cerca de 50 a 100 cabelos. Portanto, a queda capilar trata-se de um processo natural de renovação capilar. Ou seja, a cada momento há sempre cabelos em crescimento, repouso e queda.

Renovação capilar: as 3 fases

Em primeiro lugar, vamos descrever o processo de renovação capilar. Este está dividido em três fases:

  • Anagénese – a fase de crescimento ativa; 90% dos cabelos estão nesta fase e tem uma duração aproximada de 2 a 6 anos
  • Catagénese – a fase de transição em que o crescimento pára; a duração habitualmente é de 1 a 2 semanas
  • Telogénese – a fase de repouso em que os cabelos começam a cair, empurrados por novos fios em crescimento; esta fase tem a duração aproximada entre 2 a 3 meses

Queda de cabelo: quando começa a ser um problema?

Designada por Alopécia, a queda acentuada de cabelo pode afetar gravemente a auto-estima! Por isso, é um problema que não deve ser desvalorizado. Mas, o que ocorre quando a queda de cabelo se torna excessiva? Além da queda, passa a existir um desequilíbrio ao nível do couro cabeludo. Portanto, começam a aparecer mais cabelos em queda do que em crescimento, pondo em causa a normal renovação capilar.

Alopécia: as suas causas

As principais causas de alopécia são as relacionadas com as seguintes origens:

  • Hormonal – a gravidez e a toma de contracetivos orais podem influenciar a queda de cabelo nas mulheres
  • Medicamentos – usados na depressão, doenças cardíacas e no tratamento do cancro
  • Doenças – diabetes, doenças de pele, infeções no couro cabeludo ou lúpus
  • Ambiental – exposição excessiva ao vento, ao calor, ao cloro das piscinas
  • Atrito – uso intensivo de adornos (elásticos, ganchos), penteados elaborados e escovagem excessiva
  • Agressividade química – produtos usados na higiene capilar e/ou uso de produtos inadequados
  • Alimentação não saudável e pouco variada – pobre em proteínas, vitaminas e sais minerais
  • Genética – alopécia androgenética, de origem genética, responsável por cerca de 80% dos casos de queda de cabelo; afeta por norma 40% das mulheres e 50% dos homens

Qual a diferença da queda de cabelo nos homens e nas mulheres?

Nos homens, a rarefação do cabelo, ou seja, diminuição do número de fios, inicia-se nas zonas laterais. Portanto, ocorre essencialmente perto da região frontal ou na parte superior da cabeça, continuando até à zona traseira, podendo mesmo evoluir para calvície.

Por outro lado, nas mulheres os fios vão ficando mais finos e escassos por todo o couro cabeludo. Logo, no sexo feminino é possível que a queda se acentue tanto à frente como nas zonas laterais ou até mesmo na parte superior da cabeça, embora seja rara a progressão para calvície.

E a caspa, pode causar queda de cabelo?

Pode sim! A dermatite seborreica/caspa, sendo caracterizada pelo aumento da descamação do couro cabeludo, leva à libertação de pequenas partículas/ escamas brancas. Consequentemente, isto pode causar a queda dos fios devido ao quadro inflamatório existente no couro cabeludo.

Caspa Oleosa

Neste caso há uma produção aumentada de sebo. Logo, o couro cabeludo fica mais oleoso e normalmente este fenómeno está associado à dermatite seborreica, assim como, à presença de fungos da família ​“Malassezia”.​ Habitualmente, verifica-se a existência de vermelhidão e comichão intensa no couro cabeludo, sobretudo, as escamas tendem a ficar mais agarradas ao cabelo e têm uma coloração mais amarelada.

Caspa Seca

Queda De Cabelo: Caspa

Por outro lado, na caspa seca, apenas ocorre um fenómeno natural de descamação. Por isso, é considerada uma forma mais suave da caspa oleosa. Esta pode resultar de uma renovação mais rápida das células do couro cabeludo: a hiperdescamação.

Mas, porque ocorre hiperdescamação? Esta ocorre principalmente, pelo uso excessivo de produtos agressivos e do secador de cabelo, sobretudo, pela fricção excessiva, alimentação pobre em certas gorduras, minerais e vitaminas (zinco e vitaminas do complexo B, por exemplo). As manifestações mais comuns são a comichão, embora, se verifique também partículas secas, muito finas e brancas, que são libertadas com facilidade.

Como prevenir a queda de cabelo?

9 Cuidados Capilares:

1. Aconselhe-se na sua farmácia sobre os produtos mais indicados para o seu tipo de cabelo.
2. Escove o seu cabelo antes da lavagem, de preferência com uma escova de cerdas naturais e suaves.
3. Lave o cabelo com água morna.
4. Retire o excesso de água antes de secar e use o secador a uma distância de 15 cm com a temperatura mediana.
5. Evite os adornos (ganchos e molas) assim como os penteados que causem atrito ao cabelo.
6. Modere o recurso a tintas, permanentes e alisamentos.
7. Proteja o cabelo de agressões externas, como o vento e a exposição solar em demasia, e sempre que necessário recorra a protetores solares específicos para o cabelo.
8. “Alimente” o cabelo, tanto por fora, com produtos adequados, como por dentro, através de uma alimentação equilibrada.
9. Por último, consulte um dermatologista, se verificar alterações sérias no couro cabeludo ou uma situação de queda de cabelo fora do comum.

6 dicas a ter em conta no caso de predisposição para a caspa:

  • Lave o cabelo diariamente, com um champô adequado ao seu tipo de cabelo, para prevenir o aparecimento ou agravamento da caspa.
  • Use um champô normal (de uso frequente) antes de aplicar o produto específico para a caspa. Assim, irá remover o excesso de oleosidade e escamas e ativará a circulação.
  • Utilize água morna ou fria.
  • Separe o cabelo por madeixas, antes da aplicação do produto para a caspa, para que este seja aplicado diretamente no couro cabeludo.
  • Evite o uso de secador, espuma ou laca, pois podem agredir ou irritar o couro cabeludo, agravando assim a caspa.
  • Não durma com o cabelo húmido ou molhado.

Conheça as soluções junto da equipa da Farmácia Aguiar! Portanto, peça aconselhamento sobre os produtos mais adequados para o seu tipo de cabelo online ou presencialmente na nossa farmácia em Lisboa. Por último, relembramos que, com uma alimentação equilibrada e com adequada proteção contra as agressões, como o sol, o seu cabelo será mais saudável e bonito!

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

You may use these <abbr title="HyperText Markup Language">HTML</abbr> tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Olá, em que podemos ajudar?