• Avenida Columbano Bordalo Pinheiro, 98-A - 1070-066, Lisboa
  • Seg a Sex 8:30h - 19:30h / Sáb 9:00h - 13:00h / Dom ENCERRADO

Farmácia de Referência

em Portugal

Profissionalismo

Equipa Especializada

Satisfação dos Clientes

Adaptação às Necessidades
217 260 934 / 217 261 440

Infeções Urinárias

Infeções Urinárias

Mesmo numa sociedade onde a informação está facilmente disponível e é de fácil acesso, a saúde íntima feminina continua, muitas vezes a ser tabu. Como tal, é frequente a propagação de diversos mitos. Neste artigo ficará a saber tudo sobre as infeções urinárias e como as prevenir. Leia e irá ficar totalmente esclarecida!

Saúde íntima feminina: as infeções

Nos últimos dias temos reparado que várias mulheres, de diferentes faixas etárias, deslocam-se à Farmácia Aguiar para esclarecerem certas dúvidas sobre este assunto.

Será que tenho uma infeção urinária? Será uma infeção vaginal? É falta de higiene? Não posso frequentar casas de banho públicas?

Infeções urinárias: o que são?

Uma infeção urinária é uma situação causada, normalmente, pela presença de bactérias nos órgãos do sistema urinário (bexiga, rins, uretra,…).

Sabia que as infeções urinárias são mais frequentes nas mulheres?

É verdade! Mas porquê? Deve-se simplesmente à própria anatomia feminina. Muitas das infeções urinárias são causadas por bactérias colonizadoras do nosso intestino embora não causam qualquer problema no dia-a-dia. No entanto, quando essas mesmas bactérias têm acesso ao trato urinário, há uma forte probabilidade de causarem uma infeção urinária.

Qual é, então, o principal motivo do aparecimento das infeções?

Nas mulheres, a uretra é mais curta e está mais próxima da região anal. Por esse motivo, o acesso de microrganismos à bexiga é facilitado.

Assim, a infecção urinária feminina ocorre por contaminação de microorganismos da região peri-anal e associa-se com frequência a condições que alterem o pH da vagina. Por exemplo, são fatores facilitadores situações como a menstruação, a utilização de produtos de limpeza vaginais não adequados, as infeções fúngicas vaginais (candidíase) ou mesmo o envelhecimento (diminui a eficácia dos mecanismos protetores contra as infeções urinárias). Logo, não termos dúvidas em afirmar que uma correta higiene íntima diária é essencial para diminuir o risco das infeções da mulher!

Sintomas das infeções urinárias

As cistites (infeções da bexiga) representam 90% das infeções urinárias nas mulheres. São normalmente situações agudas e caracterizam-se por, pelo menos, uma das seguintes manifestações:

  • Ardor ou dor ao urinar
  • Vontade frequente de urinar e em pequenas quantidades
  • Dor na região acima do púbis
  • Por vezes, urina turva com odor forte ou sangue na urina

Infeção urinária ou infeção vaginal?

É importante saber distinguir as infeções urinárias que ocorrem no trato urinário, das infeções vaginais que afectam a vulva e a vagina.

Dentro das infeções vaginais as mais comuns são:

  • Candidíase
  • Vaginose Bacteriana
Saúde Íntima

Candidíase Vaginal

A candidíase é uma infeção vaginal causada por um fungo do género Cândida, mais conhecida por Candida Albicans. O fungo que causa a doença faz parte da flora vaginal saudável e encontra-se presente no organismo da mulher em pequenas quantidades.

Porém, se o organismo se encontra debilitado, devido a stress ou a baixa imunidade, os fungos proliferam e podem causar a infeção. Como a região genital feminina é quente e húmida, a propagação do fungo torna-se mais fácil. Além do referido, é importante lembrar que a Candidíase não é uma doença sexualmente transmissível.

Sintomas principais da Candidíase:

  • Corrimento vaginal esbranquiçado, assemelhando-se a uma textura de “requeijão”
  • Ardor, comichão na vagina, vulva e zonas adjacentes
  • Rubor (vermelhidão) da vagina, vulva e zonas adjacentes
  • Dor/desconforto na vagina e vulva

Vaginose bacteriana

A vaginose é causada por determinadas bactérias que provocam um desequilíbrio do pH vaginal.

Sintomas principais da vaginose bacteriana

  • Odor desagradável ou a peixe
  • Corrimento aquoso
  • Corrimento branco-acinzentado
  • Agravamento destes sintomas após a relação sexual ou durante o período

Infeções urinárias na gravidez

A infeção urinária na gravidez é relativamente comum e deve ser objeto de tratamento, mesmo que as mulheres não apresentem sintomas (denominadas bacteriúrias assintomáticas).

As infeções urinárias constituem riscos consideráveis para a saúde da gestante (mãe) e do feto. Como tal, devem ser avaliadas cuidadosamente! De salientar que as manifestações relacionadas com a infeção urinária variam, normalmente, consoante a localização da infeção.

As infeções urinárias e as relações sexuais

A relação sexual potencia a introdução de bactérias para o interior da vagina (introito vaginal) e a subida destas bactérias pela uretra até a bexiga. Logo, a atividade sexual constitui um mecanismo frequente para o desenvolvimento de infeções urinárias de repetição.

Mitos sobre as infeções urinárias

1- Tenho uma infeção urinária porque fui a uma casa de banho pública.

Mito! Como referido, as infeções urinárias são maioritariamente causadas pela contaminação do trato urinário por bactérias da região peri-anal.

Podem eventualmente acontecer por uma limpeza menos cuidada e executada de forma errada. Assim, após urinar a limpeza deve ser feita de trás para a frente, e nunca ao contrário, precisamente para evitar contaminação.

2- A infeção urinária é transmissível através do parceiro sexual?

Não! As infeções urinárias não são sexualmente transmissíveis. O parceiro não transmite nenhum agente infecioso. O que acontece é que a relação sexual propícia o ambiente ideal para migração de microorganismos para o trato urinário.

3- Devo urinar após a relação sexual?

Urinar após a relação sexual evita a acumulação de bactérias. Para além disso, como já referimos anteriormente a limpeza após a micção deve ser realizada sempre da frente para trás.

Tratamento das infeções urinárias

As infeções urinárias, uma vez causadas por bactérias, são tratadas com antibióticos. Desse modo, deve sempre consultar o seu médico!

Medidas recomendadas para a prevenção

  • A ingestão abundante de água demonstrou ser uma mais valia para a prevenção e tratamento das infeções urinárias
  • Evite estar mais de 3 horas sem urinar, mesmo que não sinta vontade (exceto, obviamente, durante a noite)
  • Utilize roupa interior de algodão pois permite que a pele e as mucosas “respirem” e por isso diminui a concentração local de microorganismos
  • Opte por usar absorventes externos (pensos higiénicos) em detrimentos dos internos (tampões)

Em resumo, é importante que crie uma rotina diária cuidados íntimos e correta higiene de forma a prevenir o aparecimento das infeções urinárias. Contudo, caso identifique algum dos sintomas aqui mencionados, consulte o seu médico!

Alguma dúvida sobre o assunto aqui abordado, saiba que a equipa da Farmácia Aguiar está disponível para cuidar de SI.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

You may use these <abbr title="HyperText Markup Language">HTML</abbr> tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Olá, em que podemos ajudar?
Iniciar Conversa
Encomende mais rápido!
Olá,
Agora através do whatsapp já é possível fazer encomendas, enviar prescrições médicas e pedir aconselhamento.