• Avenida Columbano Bordalo Pinheiro, 98-A - 1070-066, Lisboa
  • Seg a Sex 8:30h - 19:30h / Sáb 9:00h - 13:00h / Dom ENCERRADO

Farmácia de Referência

em Portugal

Profissionalismo

Equipa Especializada

Satisfação dos Clientes

Adaptação às Necessidades
217 260 934 / 217 261 440

A mini-farmácia de casa: Armário da saúde

Medicamentos e Produtos de Saúde em Casa

Que medicamentos devemos ter na nossa mini-farmácia de casa? Como os devemos guardar? E como devem estar organizados?

É importante saber como organizar o armário de medicamentos, o que deve conter e onde deve estar localizado. Assim, é possível que todos os medicamentos e os produtos de saúde estejam reunidos num único espaço, acessível em caso de necessidade.

Porque deve guardar certos medicamentos e produtos de saúde em casa?

Não só é importante estar preparado para atuar sobre os sintomas das doenças e situações mais frequentes, como também deve manter os medicamentos em condições que garantam a sua eficácia e segurança do seu uso. Assim, o conteúdo do armário da sua mini-farmácia de casa deve estar organizado para facilitar o acesso de forma segura:

  • Deve ter vários compartimentos
  • Os medicamentos receitados pelo médico devem estar separados dos restantes
  • Os medicamentos para adultos devem estar separados dos das crianças
  • Todos devem ser guardados nas embalagens originais, (para que seja possível saber-se sempre o lote e a data de validade do medicamento), acompanhados do respetivo folheto informativo
  • O conteúdo do armário deve ser revisto regularmente, de forma a identificar medicamentos fora de prazo e/ou que já não estejam em condições de uso. Ou seja, para que sejam entregues na farmácia e colocados no contentor do Valormed.
  • Deve manter o armário de farmácia ao abrigo da luz, da humidade e das fontes de calor, uma vez que estas alteram as características dos medicamentos. Por isso, consideramos que a cozinha e a casa de banho são os locais menos adequados tal.

Como deve organizar a mini-farmácia de casa?

O conteúdo do armário da sua mini-farmácia de casa deve estar organizado para facilitar o acesso de forma segura. No entanto, deve mantê-lo fechado à chave, para que as crianças não tenham acesso ao seu conteúdo. Portanto, é recomendado incluir medicamentos e produtos de saúde para imprevistos (como sintomas ligeiros ou acidentes).

  • Soro fisiológico unidoses
  • Álcool a 70° e água oxigenada
  • Solução desinfetante
  • Algodão hidrófilo, compressas esterilizadas, ligaduras, adesivos e pensos rápidos
  • Termómetro
  • Luvas, tesoura e pinça
  • Medicamento Antipirético e Analgésico: São medicamentos utilizados para baixar a febre e aliviar a dor
  • Anti-inflamatório: Podem ser utilizados para o alívio de dores musculares, menstruais, cabeça, garganta, dores de dentes, entre outro tipo de situações associadas a uma inflamação
  • Medicamento Anti-Histamínico: São medicamentos utilizados para alergias
  • Creme cicatrizante: para queimaduras e irritações na pele
  • Medicamento anti-diarreico.
Armário com Medicamentos

A importância dos primeiros cuidados: Como deve proceder?

Os pequenos acidentes acontecem no dia a dia, seja no trabalho, na escola, quando nos divertimos ou até mesmo em casa. Principalmente as feridas e as queimaduras são das situações mais frequentes, decorrentes de acidentes domésticos. Como tal, é importante que a sua mini-farmácia de casa esteja preparada para estes acidentes.

Feridas

Normalmente seguem um processo natural de cicatrização. No entanto, os primeiros cuidados são essenciais para assegurar que não deixam marcas e, sobretudo, para prevenir infeções. Assim, ao cuidar de uma ferida é recomendado que:

  • Mantenha a zona afetada imóvel e, se necessário, deite ou sente a pessoa acidentada
  • Não toque diretamente com as mãos na ferida, use luvas, se possível, ou em alternativa, lave bem as mãos
  • Limpe a ferida com soro fisiológico ou com água corrente
  • Estanque a hemorragia: Se a hemorragia não parar, cubra a ferida com uma compressa esterilizada ou, na sua falta, com um pano lavado. Exerça ligeira pressão por cerca de dez minutos, evitando espreitar (de cada vez que a compressa é levantada o sangue volta a correr, o que atrasa o processo)
  • Pode usar uma solução dérmica própria, disponível na farmácia, para desinfeção
  • Em algumas situações pode ser adequado cobrir a ferida com material de penso

Muito importante: Assegure-se que tem a vacina do tétano em dia.

Vigilância das feridas

Estes cuidados devem ser realizados o mais rápido possível, de modo a prevenir o risco de infeção, considerando que é maior nas primeiras 24 a 72 horas. Importa vigiar e estar atentos aos seguintes aspectos:

  • Vermelhidão e inchaço acentuados
  • Bordos da ferida mais espessos
  • Pus
  • Dor
  • Febre

Normalmente estes sinais indicam infecção. Assim, se apresentar algum destes sintomas deverá consultar a urgência médica o quanto antes.

E quando existe uma queimadura? O que fazer?

As queimaduras classificam-se quanto à profundidade em 1º, 2º e 3º grau. Além da profundidade, uma queimadura é tanto mais grave quanto maior for a superfície do corpo afetada.

1º Grau

Limitam-se à camada superficial da pele. É o caso das queimaduras solares. Os sintomas são, vermelhidão leve a intensa. A pele fica branca ao pressionar o local.

Neste caso, é importante termos produtos de saúde na nossa mini-farmácia de casa para podemos e devermos actuar o quanto antes:

  • Remover a fonte de calor
  • Arrefecer imediatamente a área queimada com água fria corrente da torneira, por alguns minutos. Mas atenção: não usar água gelada nem gelo, porque o frio extremo também queima e pode piorar a situação
  • Retirar, se possível, objetos que armazenem calor, como por exemplo: anéis, colares, brincos, cinto, objetos de metal ou de couro. No entanto, realça-se que, caso estes estejam aderentes à pele, não devem remover-se, mas devem procurados cuidados médicos
  • Proteger a área queimada com gaze, lenços ou pano limpo apenas se a pele estiver íntegra
  • Se não afetar a área entre os dedos, face ou genitais, pode-se aplicar-se gaze gorda ou cremes indicados para o efeito.

2º Grau

Afetam as duas primeiras camadas da pele. Os sintomas aparentes são, vermelhidão, bolhas e ardor intenso.

3º Grau

Penetra por toda a espessura da pele e destrói os tecidos. Ocorre uma destruição dos tecidos e a perda de pele.

Na presença de queimaduras de 2º ou 3º grau é essencial procurar um profissional de saúde.

Verdades ou Mitos?

Deve-se aplicar manteiga numa queimadura?

MITO! A manteiga nunca deve ser utilizada para aliviar a dor ou tratar uma queimadura. A gordura não alivia a dor e derrete em contacto com a pele, impedindo a libertação do calor. Isso faz com que mais tecidos sejam queimados. Não se deve também colocar pasta de dentes, margarina ou óleos.

Não de deve rebentar ou furar as bolhas?

VERDADE! Nunca furar as bolhas porque estas protegem a área, diminuindo o risco de infeção. A decisão de esvaziar estas bolhas deverá deve ser tomada e executada por um profissional de saúde.

Na Farmácia Aguiar dispomos de produtos e medicamentos adequados para ter sempre na sua mini-farmácia de casa, quer para emergências, quer para segurança. Aconselhe-se junto da nossa equipa!

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

You may use these <abbr title="HyperText Markup Language">HTML</abbr> tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Olá, em que podemos ajudar?
X
Iniciar Conversa
Encomende mais rápido!
Olá,
Agora através do whatsapp já é possível fazer encomendas, enviar prescrições médicas e pedir aconselhamento.